Prezado Leitor,

Você já se perguntou qual é a função do dinheiro? Por que ele é tão importante e cobiçado por tanta gente?

A função mais básica do dinheiro é manter o cotidiano das pessoas funcionando, ele é o combustível para as rotinas diárias da sociedade e serve como incentivo, que vai desde o acordar à hora de dormir todos os dias. A famosa frase “Deus ajuda a quem cedo madruga”, significa na prática que ele ajuda você ao que? Ganhar dinheiro.

O dinheiro é objeto de desejo da grande maioria das pessoas e das nações, ele desperta paixões por onde passa. A pergunta é por que ele exerce este poder de sedução tão grande?

A primeira grande explicação para isso, vem do fato de que o dinheiro historicamente sempre esteve ligado ao poder. Ou seja, quanto mais dinheiro o sujeito tivesse mais poder ele detinha. E isto em parte se manteve ao longo do tempo. Podemos afirmar que esta relação não se dissociou por completo, ainda existe uma correlação muito grande entre poder e dinheiro.

O segundo grande aspecto do dinheiro é sua intrinsica relação com os prazeres da vida, a ideia de que quanto mais dinheiro se tem, mais prazeres você terá na vida, ainda percorre o imaginaria popular e é alimentado constantemente por tabloides e novelas populares que mostram isso quase que diariamente, pessoas vivendo vidas extremamente confortáveis e o dinheiro aparecendo como um passe de mágica.

O terceiro grande aspecto é o acesso que o dinheiro gera, acredita-se que o dinheiro possa tornar acessos irrestritos em possíveis e até mesmo em exclusivos ao detentor do capital, bastando ter dinheiro tudo fica fácil. Denominamos as pessoas que conseguem estes acessos como “VIP’s”, ou “Pessoas muito Importantes” em tradução literal.

A pergunta que precisamos responder, para nós mesmos, é para que serve o dinheiro em nossa perspectiva?

Se sua resposta interna está relacionada a um dos itens citados acima, você não está sozinho, mais de 90% das pessoas pensam igual a você. Não há nada de errado com isso, uma das funções do dinheiro de fato é prover conforto, acesso, rodar nosso cotidiano e até gerar poder.

Contudo, existe um sutil detalhe relacionado a todas estas facilidades que o dinheiro pode gerar, e este detalhe está no custo necessário para mantê-las, você precisará consumir todos os seus recursos para manter este “padrão”, caso contrário, você até pode desfrutará de conforto, acessos e prazeres, porém tão logo estes itens consumam seu dinheiro, você cairá de “padrão” e perderá todos estas facilidades de forma imediata.

O dinheiro, na verdade, nada mais é do que um sistema de troca na sociedade. Você está inserido neste sistema e talvez não tenha consciência disto, pois a grande maioria das pessoas trocam seu tempo, conhecimento, qualificação e habilidade por dinheiro. As trocas podem acontecer de forma diária, semanal, mensal ou até anual.

A sociedade gira em torno deste sistema, as pessoas trocam ou vendem seus tempos e habilidades por uma quantidade finita de dinheiro e usam este dinheiro para rodar seus cotidianos e manter os seus “padrões”, tão logo, o dinheiro seja consumindo, as pessoas precisam voltar a vender seu tempo e habilidade para novamente ter a quantidade de dinheiro finita, este sistema foi desenhado para ser um looping infinito e ele somente findará para você ao término da sua existência.

Contudo, existe um pequeno grupo de pessoas que estão no mesmo ciclo de troca de tempo por dinheiro, porém a única diferença entre as pessoas normais e este grupo, é que eles não consomem 100% do recursos gerados e acumulam um pouco todos os períodos, e assim a cada novo ciclo precisarão trocar ou vender cada vez menos seu tempo até chegar a um ponto de que não precisarão mais do sistema. Ao fim desta jornada damos o nome de independência financeira.

Sendo assim, avalie o que te deixa mais feliz, continuar no seu modelo atual com os riscos nele envolvidos, mas mantendo o “padrão” ou iniciar uma estrutura financeira que te dará maior liberdade de escolha no futuro, porém tendo que viver um pouco abaixo das suas possibilidades.

Os riscos de permanecer no modelo atual estão ligados as forças do mercado que podem te expurgar, fazendo você perder o seu acesso ao capital. Caso isto aconteça, você terá que ir a batalha de tentar voltar novamente em um ambiente de constante transformação.

Você tem a opção de acumular um pouco de capital a cada vez e ir criando uma certa imunidade a estes eventuais riscos de mercado. Quanto mais capital acumular, maior liberdade você terá.

Escolha um caminho e avalie o quão relevante você é ao mercado. Voltando a pergunta inicial. Para que você quer dinheiro ? Ter liberdade ou manter o padrão.

Pense nisso, e faça uma excelente escolha !!!

0 comentário em “Para que você quer dinheiro ?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: