Prezado Leitor,

Vamos tratar do segundo tipo de investimentos da série que publicaremos.

Ações e Fundo de Ações

Ações são pequenas frações de empresas que tem capital aberto e são negociadas em bolsa de valores.

Fundo de Ações são a reunião de ações de varias empresas transformadas em cotas do fundo e comercializadas através de corretoras de valores.

Existem dois tipos de ações as ordinárias e as preferenciais, as primeiras dão direito a voto nas decisões da empresa, as segundas tem preferencia em relação aos pagamentos dos dividendos. Também temos as units que são a junção das ordinárias e preferencias e vendidas como um pacote.

Investir em ações e/ou fundo de ações significa na prática comprar parte do negócio de alguém ou de algum grupo financeiro e participar dos seus resultados sejam eles positivos ou negativos, ou seja, é entrar indiretamente no que é chamado economia real.

O mercado acionário é feito pela reunião de todas as empresas listadas na bolsa de valores e todos os produtos derivados destas, sejam fundos, opções e outros derivativos. Contudo, vamos tratar somente aqui de ações e fundos de ações.

Talvez a pergunta mais básica a ser feita sobre ações é por que comprá-las ? A resposta mais óbvia seria porque de maneira geral rendem mais do que os investimentos de renda fixa e poupança.

Diante disto, vem a próxima pergunta que é: Qual ação comprar? A resposta desta pergunta vale o “milhão de dólar”. Aqui reside toda a dificuldade de se investir em ações e tentarei ajudar a tornar um pouco menos complicado este caminho.

A primeira coisa a entender em um processo de compra de ações é identificar com qual setor na economia real você tem mais afinidade ou conhecimento. Vamos dar um exemplo de uma pessoa que trabalhe no segmento bancário e constantemente acompanha informações da sua empresa e dos concorrentes, isto pode ser um fator importante para ajudar na escolha das ações a se investir, uma vez que se conhece o mercado onde tem atuação, porém você pode optar por outros setores no qual você tem afinidade e goste de buscar informações sobre.

Outro ponto que considero importante é a consciência de longo prazo que se deve ter quando se investe na bolsa de valores. Tenha em mente que você está comprando parte de uma empresa, e esta pode passar por períodos espetaculares e outros de dificuldades e quando estes últimos acontecerem você precisa avaliar se os fundamentos de mercado e da empresa permaneceram inalterados, e em caso afirmativo será importante sua resiliência em permanecer no investimento e em alguns casos até aumentar a posição de comprar destas mesmas ações. Somente assim que os grandes investidores obtém sucesso neste mercado.

Comprar ações exige do investidor certo tempo e dedicação, pois será necessário estudar a empresa, o segmento de atuação, o mercado, os concorrentes, os aspectos econômicos do país e etc… Toda esta conjuntura criará o cenário para a tomada de decisão de se investir ou não em determinada ação, bem como a formação de preço que será ideal ao investimento, ou seja, entrar na ação no preço certo.

Existem uma serie de indicadores que ajudarão nesta análise e tomada de decisão, não informarei quais são estes aqui, porém uma pesquisa rápida na internet já te trará estes e como analisá-los.

Todo este trabalho citado acima, tem como um único objetivo fazer seus investimentos crescerem de forma constante e por longo prazo, fazendo com que seu patrimônio fique cada vez maior ao longo dos anos.

Contudo, algumas pessoas não querem ou não podem dedicar tempo para estes estudos e análises e dai surgiu um mercado no qual os poupadores terceirizam o trabalho à investidores profissionais e assim surgiu o mercado de Fundos de Ações.

Fundos de ações são uma solução criada pelo mercado para captar o investidor que não deseja acompanhar o mercado muito de perto e ainda assim obter os benefícios de se investir em bolsa de valores. Os fundos tem como papel fundamental fazer todo o trabalho de análise e escolha citado acima, bem como a tomada de decisão das entradas e saídas dos investimentos. Cabe ao investidor acompanhar o trabalho dos profissionais através do resultado refletido nas cotas dos fundos.

A passividade do investidor de fundo tem um preço e a este denominamos de taxa de administração. Alguns gestores além da taxa citada, cobram também taxa de performance, que é a taxa que excede algum índice mínimo buscado como rentabilidade alvo. O que chama atenção na taxa de administração é que geralmente ele é cobrada sobre o patrimônio no fundo e não sobre o resultado obtido, assim quando as coisas não vão bem na rentabilidade, sua situação ficará um pouco pior, uma vez que ainda pagará a citada taxa, diminuindo ainda mais seu capital.

Como costumo informar na série, gosto de mostrar quais são as riscos e os retornos de cada investimento e, citarei aqui alguns deles.

Os retornos que este tipo de investimento podem ter são:

Valorização (valuation) – O preço das ações podem subir após a sua compra, e caso permaneçam maiores que seu preço de entrada até sua saída, este ganho será seu.

Dividendos e JCP – São frações dos resultados gerados pela empresa que se investe e este será proporcional a quantidade de ações que se possui na data fixada pela empresa (data ex). A diferença entre dividendos e Juros sobre capital próprio (JCP) é que neste último índice imposto de renda de 15%

Subscrição – Quando se é detentor de ações, as vezes as empresas desejam aumentar o capital social e para isso subscrevem mais ações, dando o direito de compra preferencial aos já acionistas dela, porém o valor da subscrição geralmente é abaixo do preço de mercado. Assim, o investidor pode se beneficiar deste mecanismo e aumentar seus ganhos.

Bonificação – Quando os resultados são maiores que o esperado, algumas empresas incorporam a reserva de lucros como ações e bonificam os acionistas com mais ações, o valor da ação cai proporcional ao percentual bonificado, contudo isto é um indicativo de boas performances e o papel tende a se valorizar em função disto.

Isenção de IR – As vendas de ações até o valor de R$ 20 mil, são isentas de pagamento de imposto de renda. Isto é muito benéfico ao pequeno acionista, quando da venda de suas ações.

Os riscos são:

Mudanças de mercado – Algumas empresas na qual se investe não conseguem se adaptar na velocidade necessária as mudanças do mercado e dos consumidores de seus produtos. Quando isso acontece a valor da ação se deprecia e os investimentos podem se deteriorar.

Mudanças de gestão da empresa – A gestão da empresa que conduzia o negócio quando você adquiriu as ações pode sofrer mudanças e a nova gestão pode conduzir o negócio de outra forma, caso este novo jeito não esteja alinhado com os acionistas, consumidores e mercado, isto pode prejudicar a performance das ações, diminuindo seu valor de mercado.

Mudança de estratégia do negócio – A gestão da empresa pode promover mudanças estratégicas, como mudança de produtos e entrada em novos mercados e isto pode impactar no curto, médio ou longo prazo. Neste caso será preciso avaliar se a mudança é bem-vinda ou não.

Regulamentação de mercado (Governo) – O mercado no qual se atua pode sofrer algum tipo de regulamentação do governo e isto pode prejudicar a performance do negócio.

Concorrência – A empresa pode sofrer ataques da concorrência e isto pode impactar seus resultados, causando consequências de curto, médio ou longo prazo.

O mercado de ações tem algumas particularidades que deve se atentar na hora de investir e estas são:

Pagamento de IR – Vendas de ações acima de R$ 20 mil, estão sujeitas a pagamento de IR sobre o ganho em sua totalidade, sendo aplicado alíquota de 20% sobre a operação de compra e venda no mesmo dia (day Trade) e 15% sobre a venda em dias subsequentes ao da compra.

Dedução de Prejuízos – Os ganhos de capital aferidos pelo investidor, poderão ser deduzidos de eventuais prejuízos sofridos em operações anteriormente realizadas. Cabe destaque que prejuízos de day trade somente podem ser compensados com ganhos de day trade, sendo que somente temos compensações de mesma natureza, não podendo serem misturadas.

Vale a pena investir em ações ?

Sem dúvida nenhuma em afirma que vale o investimento, principalmente agora em um cenário de juros baixo no Brasil.

Os retornos compensam o risco?

Sim, particularmente compõe minha estratégia de investimento e o que tem que ficar claro ao leitor é que aqui os retornos podem ser alto e os riscos de perda são proporcionalmente altos também.

O segredo destes investimentos é tentar montar um portfolio de ações com retornos não muito altos porém com volatilidade baixa, associado com riscos assimétricos em que o volume de investimentos é baixo e retorno pode ser alto, contudo como todo risco assimétrico sua perda pode ser grande também, dai a necessidade de se investir baixo nestes ativos (para quem leu Nassin Nicholas Taleb, os cisnes negros).

Tenho certeza que se você começar neste mercado e estudar os “papeis” que vai comprar, terá enorme sucesso. Hoje existem empresas que fazem análise de investimentos para os investidores, basta assinar os relatórios das casas e ler o material. Isto ajuda muito na formação da sua convicção de investimentos. Mas lembre-se que a decisão é sempre sua no fim do dia, não fique cego pela opinião alheia, e invista cegamente porque alguém falou que o “papel” vai “bombar”. Quando se assina mais de casa de “research” você vai descobrir que o mesmo “papel” pode ser fortemente recomendado por uma casa e completamente desprezada pela outra, e todos os 2 lados irão te bombardear de informações consistente, você neste momento estará em uma encruzilhada e o caminho a seguir será o que pode te levar ao Nirvana ou ao Calvário. Por isso, se abasteça de informações e haja pelas suas convicções.

Próxima publicação será sobre fundos multimercado.

Até a próxima publicação e bons investimentos.

0 comentário em “Série Investimentos – Ações e Fundo de Ações

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: